Dr. Otávio Melo - Os principais tratamentos regenerativos para doenças ortopédicas

Blog

Os principais tratamentos regenerativos para doenças ortopédicas

As doenças ortopédicas são frequentes na população e apresentam sintomas muito desconfortáveis. Com o avanço da medicina e a possibilidade de tratamentos regenerativos, essas enfermidades tendem a diminuir a partir de métodos mais novos e eficazes.

Quer saber mais sobre os possíveis tratamentos regenerativos para as doenças ortopédicas? Então, continue lendo este texto!

Doenças ortopédicas

As doenças ortopédicas dizem respeito aos problemas presentes nos ossos, tendões e ligamentos. Assim sendo, sabemos que se tratam de problemas muito incômodos, havendo a necessidade de se  buscar médicos especialistas como a equipe do Regenius Instituto

Conheça alguns problemas ortopédicos

1.    Tendinite

A tendinite é quando o tendão fibra responsável por unir o músculo ao osso sofre uma lesão ou uma inflamação. Essa doença se caracteriza por provocar muita dor e inchaço no tendão, podendo afetar qualquer parte do corpo, porém são mais frequentes no ombro, no punho, na mão, no joelho e no tornozelo.

2.    Bursite

É uma inflamação da bursa sinovial um tecido que atua como uma pequena almofada localizada no interior de uma articulação, evitando o atrito entre o tendão e o osso. No caso da bursite no ombro, existe uma dor localizada na parte superior e anterior do ombro e uma dificuldade de movimento. 

3.    Distensão muscular

É quando acontece de um músculo ser esticado demais, gerando a ruptura de algumas fibras musculares ou de todo o músculo envolvido.

4.    Ruptura de ligamento

Muito comum em práticas esportivas, ela acontece quando o pé está fortemente apoiado no chão e a perna sofre uma rotação brusca. Em decorrência do grande número de pessoas atingidas por esses problemas, novos tipos de tratamentos são necessários. Os tratamentos regenerativos têm destaque na área.

 

Tratamentos regenerativos na ortopedia

Tratamentos regenerativos são bastante comuns na área da saúde. De maneira geral, trata-se de procedimentos que aceleram o ritmo de regeneração das funções normais de tecidos.

Na área da ortopedia, os tratamentos regenerativos obtiveram um maior destaque, trazendo bons procedimentos e bons resultados. Apesar de haver um leque de possibilidades de tratamento, cada caso é único e necessita de um tratamento adequado para se ter uma melhora efetiva.

Ortopedia Regenerativa 

 

Quais os tratamentos regenerativos?

Os procedimentos a seguir são todos ambulatoriais. Além disso, em todos eles, pode existir a necessidade de mais de uma sessão. Veja os tratamentos regenerativos mais comuns:

1.    Tratamentos com células-tronco

Uma célula-tronco não possui uma função corporal específica, porém ela tem a capacidade de se desenvolver, funcionando como uma célula de tendão ou de cartilagem, por exemplo. Os médicos especialistas que utilizam a célula-tronco como forma de terapia acreditam que, quando colocada em um determinado ambiente, ela pode se transformar para atender a uma determinada necessidade. 

A exemplo disso, as células-tronco colocadas em um tendão de Aquiles danificado são conduzidas para se transformarem em células saudáveis desse tendão. As células-tronco que são usadas para o procedimento do paciente, geralmente, são coletadas da gordura, do sangue ou da medula óssea.

2.    Plasma rico em plaquetas (PRP)

Alguns especialistas tendem a acreditar que as propriedades curativas naturais que podem ser encontradas nas plaquetas e no plasma do sangue podem ser usadas para tornar a cura e o reparo de lesões esportivas mais simples e eficazes. O PRP é injetado ou aplicado na área lesada para se fazer o PRP, em que o sangue é retirado do paciente e depois processado muitas vezes usando-se uma centrífuga para criar uma solução concentrada de plaquetas e plasma (PRP).

3.    Proloterapia

O fluxo sanguíneo aumenta com a inflamação e consegue atrair células granulócitos, monócitos, macrófagos e fibroblastos que podem ter a capacidade de reparar e curar tecidos que apresentam algum dano. As frequentes lesões esportivas, geralmente, apresentam algum tipo de inflamação, mas em algumas situações, ela diminui antes que a lesão tenha cicatrizado. Durante a proloterapia, o médico injeta um irritante na área lesada, o que deixa a inflamação temporariamente maior. A intenção é que a inflamação maior facilite a cura. 

Terapias de alto nível e resultados

Além das terapias citadas anteriormente, dois métodos destacam-se pela sua eficácia e abordagem benéfica a curto, médio e longo prazo para o paciente, são eles: Visco-Regen e Orto-Laser. Ambos são realizados no Regenius Instituto, um local focado em oferecer o melhor que a ciência desenvolve, sempre levando em consideração os estudos e resultados nos mais renomados laboratórios de todo o mundo. 

A seguir, confira um pouco dos tratamentos regenerativos utilizados por atletas de alto rendimento e que podem ser a solução para os seus problemas!

  1.     Visco-Regen

O visco-Regen é um tratamento que melhora a qualidade do líquido responsável pela lubrificação e pela nutrição dos tendões e das cartilagens das articulações. É um método que é realizado por meio de um conjunto de substâncias que são infiltradas sob anestesia local.

Sua utilização é feita principalmente com o intuito de:

  • Proporcionar a lubrificação adequada no local;
  • Oferecer um efeito analgésico;
  • Proporcionar efeito anti-inflamatório;
  • Gerar a reconstrução dos vasos sanguíneos do local;
  • Proteger e hidratar as estruturas.

Para a realização, o procedimento não demanda internação e pode ser feito no próprio consultório, utilizando-se apenas uma anestesia local antes da aplicação. Alguns pacientes já sentem os benefícios na primeira aplicação.

  1.    Orto-laser

Esse tipo de tratamento utiliza a energia do LASER (Luz Amplificada pela Emissão Estimulada de Radiação), tratando a dor e estimulando o reparo de lesões esportivas.

Com um acompanhamento de médicos especializados indicando os tratamentos regenerativos mais adequados para cada caso, o problema ortopédico tem grandes chances de decrescer ou, até mesmo, sumir.

Para ficar mais informado sobre os tratamentos regenerativos de problemas ortopédicos, bem como entender como é cada procedimento e quais são os métodos mais adequados para cada doença, basta entrar em contato com o Regenius Instituto e tirar todas as suas dúvidas sobre tratamentos e procedimentos, com uma equipe especializada no assunto. Priorize sempre a sua saúde e a sua qualidade de vida!

 

Quero entrar em contato!

Compartilhar nas redes sociais:
Última modificação em Quinta, 15 Julho 2021 16:51
Dr. Otávio Melo
Siga o Instituto Regenius nas redes sociais:

SÃO PAULO

BELO HORIZONTE

Aviso Legal

- Respostas terapêuticas dependem de múltiplas variáveis e características biológicas individuais de cada organismo. Os dados apresentados não configuram promessas de resultado, e nem garantias de que se o mesmo método for aplicado em pessoas diferentes alcançarão os mesmos benefícios.
- As informações contidas nesse site são de caráter meramente informativo e não tem como objetivo substituir consultas médicas, avaliação por profissionais de saúde, nem sugerir diagnósticos ou recomendação para tratamentos específicos.
- Os métodos apresentados possuem referências em artigos publicaods na literatura científica internacional, e  podem corresponder tanto a procedimentos regulamentados quando experimentais, de acordo com a regulamentação dos respectivos Conselhos Federais, à época do acesso, no Brasil.
-  As imagens ilustrativas foram obtidas em estúdio, banco de imagens, fontes da internet, fornecedores, parceiros ou simulações. Conforme a regulamentação vigente não publicamos fotos de pacientes reais. 

Image