(11) 94549 - 9321
    (31) 97554 - 0000
   Entre em contato
ONDAS DE CHOQUE
Dr Otavio Melo

O Tratamento Por Ondas de Choque (radiais ou focais) é uma nova modalidade de tratamento para os pacientes com problemas músculo esqueléticos tais como tendinites que não melhoram com os tratamentos habituais, dores musculares crônicas e falhas na consolidação de fraturas.

 

As Ondas de Choque são um tipo de energia mecânica e não um choque elétrico, que penetra no tecido lesado e provoca um fenômeno chamado cavitação, onde microbolhas se rompem provocando microrroturas no tecido inflamado, determinando a liberação de substâncias anti-inflamatórias locais e também estimulando um aumento na microcirculação local.

 

O tratamento por ondas de choque extra corpórea é usado desde os meados da década de 80 na especialidade de urologia, para o tratamento de pacientes com cálculos renais. Neste segmento, o método também é conhecido como Litotripsia.

 

No início da década de 90 na Alemanha e Áustria, através de estudos científicos, verificaram que este método de tratamento também era eficaz em patologias ortopédicas, e devido aos bons resultados da terapia, em 1997 foi constituída a sociedade "European Society For Muscoloskeletal Shockwave Therapy (ESMST)". Atualmente 34 países são associados à Sociedade Internacional de Terapia de Ondas de Choque (ISMST) e estão desenvolvendo sua divulgação e resultados. O Brasil é um deles.

 

As ondas de choque agem de diversas maneiras:

  • Ação mecânica: causando formação de microbolhas que eclodem fragmentando a fibrose local;
  • Ação analgésica por intenso estímulo local, liberando enzimas locais que atuam na fisiologia da dor;
  • Ação vascular: provocar uma congestão vascular e neoformação de vasos.

A terapia é realizada por equipamentos desenvolvidos para uso em ortopedia, e as indicações abrangem patologias de caráter crônico como esporão de calcâneo, tendinites calcificadas de ombro, tendinites de cotovelo, e outras tendinites que não foram solucionadas pelos tratamentos habituais. O uso das ondas de choque também tem um efeito osteogênico, quando aplicada em pacientes que tiveram fraturas de difícil consolidação, além de outras indicações.

 

A ideia do uso do tratamento por ondas de choque para doenças ortopédicas é ainda mais ambiciosa que na urologia. É estimular o processo de cura biológica em tendões, tecidos circunvizinhos e ossos (na urologia se utilizam as ondas de choque apenas para desintegração de cálculos renais). As diferenças, além dos objetivos biológicos, estão na intensidade e na focalização das ondas de choque.

 

Apesar dos resultados extremamente favoráveis, até o momento o mecanismo exato de funcionamento das ondas de choque no organismo não é totalmente conhecido. O tratamento por ondas de choque aplicada ao sistema musculoesquelético pode iniciar os seguintes processos:

 

  • Alterações estruturais no tecido;
  • Estimulação de crescimento ósseo;
  • Estimulação do processo regenerativo do tecido alterações;
  • Estruturais no depósito de cálcio seguido por reabsorção de cálcio pelo organismo.

Este método deverá ser prescrito somente por um médico, que fará uma avaliação clínica de cada caso. O tratamento não é invasivo. Não há nenhum tipo de sangramento visível. Não há cicatriz. É totalmente ambulatorial. Não há a necessidade de hospitalização. Um tratamento de terapia por ondas de choque tem duração média de 30 minutos, desde acomodar o paciente até o seu término.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: SBTOC

Belo Horizonte
 
  (31) 99176-5432
  (31) 3654 - 2262
  Alameda Oscar Niemeyer, 1033, Sl 620, Edifício Atlanta II. Portarias 3 e 4 - Bairro Vila da Serra, Belo Horizonte - MG
São Paulo
 
  (11) 94549 - 9321
  (11) 3230 - 5295
  Av. Angélica, 2491 - Higienópolis
  Rua Domingos de Morais, 2781 - Vila Mariana
  Rua Joaquim Floriano, 413 - Itaim Bibi
  Rua dos Macunis 474 - Alto de Pinheiros
  Av. Rebouças, 3377, Jardins - São Paulo - SP
<
Home   •   Topo   •   Sitemap
© Todos os direitos reservados.