Dr. Otávio Melo - 5 exercícios físicos para idosos! Conheça os benefícios!

Ortopedia Geriátrica

5 exercícios físicos para idosos! Conheça os benefícios!

Idoso e exercício físico são duas expressões que deveriam vir sempre acompanhadas. Com a chegada da terceira idade, algumas questões tornam-se mais evidentes como a perda de força muscular e de flexibilidade, acompanhada do enrijecimento das articulações e até mesmo osteoporose.

Essas limitações acabam por aumentar o grau de sedentarismo nesta faixa etária, uma tendência perigosa e que não apenas agrava os problemas existentes, como provoca outros. Doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais e diabetes tipo 2 são apenas algumas das enfermidades as quais os sedentários estão mais predispostos.

É importante lembrar que, para esse efeito, não são consideradas as atividades domésticas, pois elas não sustentam a frequência cardíaca cerca de 10% acima do valor basal.

O ideal é que a prática de exercícios seja uma constante ao longo da vida. Leia esse post para descobrir as vantagens das atividades físicas para idosos e quais as melhores para investir durante a terceira idade.

Benefícios dos exercícios físicos para idosos

A partir dos 60 anos, existe uma maior propensão a dores músculo esqueléticas causadas por condições degenerativas. O envelhecimento começa a nível celular, fazendo com que os sistemas reduzam a capacidade de resposta. O resultado é uma maior vulnerabilidade a doenças e perda de autonomia progressiva.

A prática de atividades físicas combate justamente esse processo. Por conta das dores e consequentes dificuldades de locomoção, os idosos tornaram-se rapidamente o grupo etário mais sedentário, tal como já foi mencionado anteriormente. Isso faz com que sofram mais de obesidade e com as temidas quedas.

Exercitar-se traz uma melhora notória no condicionamento físico, imediatamente reduzindo as horas de inatividade. Além disso, o exercício também promove uma maior oxigenação e renovação celular. A recuperação da força muscular é outro fator positivo, impactando diretamente na capacidade funcional e na redução das dores.

A movimentação do corpo durante a atividade proporciona também o aumento da flexibilidade e a capacidade de alongamento. Dessa forma, as articulações, antes rígidas, voltam a trabalhar com mais frequência, eliminando ou amenizando fatores que causam dores, inclusive as dores crônicas.

É fundamental reconhecer ainda o benefício da atividade física para o bem-estar mental e emocional das pessoas na terceira idade. De acordo com os dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) sobre o assunto, 11% da população brasileira que sofre de depressão tem entre 60 e 64 anos.

A doença é reconhecidamente multifatorial, mas a solidão é um deles e pode ser evitada. Ao sair de casa para se exercitar, o idoso pratica a socialização com outras pessoas e mantém uma rotina que o ajuda a ter mais propósito. Além disso, a atividade física estimula a produção de serotonina e endorfina, que aumentam a sensação de bem-estar. 

5 tipos de exercícios físicos para idosos

As vantagens da prática de exercício são mais do que evidentes, mas é fundamental escolher a atividade adequada. Antes de iniciar qualquer tipo de prática, convém procurar um médico e fazer uma avaliação física completa para verificar se existem limitações e que cuidados ter.

Depois, o ideal é ter acompanhamento e orientação durante a atividade para que se discuta a intensidade, frequência e posturas que devem ser adotadas para evitar problemas.

Confira abaixo 5 exercícios físicos que são indicados para pessoas na terceira idade e como cada uma das práticas ajuda a ter uma vida mais saudável.

Caminhada

Melhora no ritmo cardíaco e fortalecimento dos músculos e articulações. Esses são os benefícios diretos de se fazer caminhada durante a velhice. Na verdade, a prática é recomendada em qualquer idade, mas, para os idosos, pode ser a chave entre o sedentarismo e uma rotina mais ativa.

Durante a prática, é importante ter atenção à postura, mantendo ombros alinhados e costas eretas. Além disso, o calçado deve ser adequado e absorver bem o impacto para não causar lesões nos joelhos e, consequentemente, em outras articulações.

 

Para que tenha o efeito desejado, a caminhada deve ser feita com um ritmo moderadamente acelerado e a distância deve ir aumentando progressivamente. O idoso deve manter-se atento ao seu estado durante o exercício e, se possível, fazê-lo acompanhado.

Aulas de dança

As aulas de dança são descontraídas, divertidas e ajudam a melhorar a autoestima dos praticantes, impactando diretamente no estado emocional.

Sendo uma atividade aeróbica, promove uma melhor oxigenação e também ajuda na recuperação da força muscular e da flexibilidade. Para aprender os passos e acompanhar os professores, os idosos treinam a coordenação motora e também otimizam o equilíbrio, normalmente comprometido pela idade.

Hidroginástica

As atividades aquáticas são sempre excelentes apostas de exercício físico para idosos porque a água relaxa as articulações e estimula o relaxamento. Durante a prática, o corpo parece mais leve, mas, na verdade, trabalha com mais intensidade, o que aumenta a sua própria resistência e melhora o condicionamento.

A hidroginástica é considerada uma das atividades mais seguras para esta faixa etária por ter um ritmo controlado e otimizar a função respiratória e cardiovascular. 

Pilates

O pilates torna-se cada vez mais popular, principalmente entre aqueles que desejam melhorar a postura. Para os idosos, os benefícios não param por aí. Essa atividade aumenta a circulação sanguínea e a flexibilidade, trabalhando bem as articulações, inclusive dos joelhos, um dos pontos mais críticos.

Os exercícios do pilates são excelentes ainda para devolver a força muscular, pois mesmo com objetos leves, como bolas, estimulam grupos de músculos que “sofrem” mais com a idade, como os dos braços e pernas.

Musculação

E já que a perda de força muscular é um fato nesta faixa etária, por que não investir em musculação? Os exercícios, que devem sempre ser realizados com acompanhamento, além de ajudar os músculos, estimulam a recuperação da massa óssea e uma melhora significativa da função cardiovascular.

Mais uma vez, é hora de relembrar que a postura na hora de se exercitar faz toda a diferença, tanto na obtenção de resultados como na prevenção de lesões. Baixe o nosso Guia sobre postura corporal, diga adeus ao sedentarismo e proteja-se de problemas!

 

Aviso Legal:
Instituto Regenius CNPJ 18.665.900/001-13
Rua Gonçalves Dias, 82, Funcionários - Belo Horizonte
 
1. As informações contidas nesse material (áudio, vídeo, imagem ou texto) não tem como objetivo substituir consultas médicas, avaliações por profissionais de saúde, nem sugerir diagnósticos ou recomendação para tratamentos específicos.
2. Não é possível definir diagnósticos nem indicar tratamentos individuais, sem que ocorra previamente uma avaliação profissional individualizada.
3. Os métodos demonstrados podem corresponder tanto a procedimentos regulamentados quanto experimentais, de acordo com a normatização dos respectivos Conselhos Federais à época da veiculação ou do acesso, mas todos os dados apresentados são embasados em artigos científicos publicados na literatura médica internacional.
4. Todo o conteúdo possui caráter exclusivamente educativo, com imagens ilustrativas, e é destinado ao público médico e/ou de profissionais da saúde, que possam se interessar, sem configurar qualquer finalidade lucrativa.
5. Em caso de dúvidas, ou interesse em mais informações, sugerimos que entre em contato conosco.
 
Referências Legais
Resolução CFM 1974/11 - Artigo 8º
Despacho CFM 143/19 - Artigo 75
Lei de Liberdade Econômica 13874/19 - Artigo 4º, Inciso VIII c/c Artigo 5º
 
Responsáveis Técnicos
Dr. Otávio de Melo Silva Júnior - Médico Ortopedista - CRMMG 41116 - RQE 25306
Dra. Lorena Nunes - Enfermeira - COREN 375466 - ENF
Dra. Glauciane Rezende - Fisioterapeuta - CREFITO-4 224282-F
 
Compartilhar nas redes sociais:
Última modificação em Sexta, 18 Dezembro 2020 18:55
Dr. Otávio Melo
Siga o Instituto Regenius nas redes sociais:

SÃO PAULO

BELO HORIZONTE

Aviso Legal

- Respostas terapêuticas dependem de múltiplas variáveis e características biológicas individuais de cada organismo. Os dados apresentados não configuram promessas de resultado, e nem garantias de que se o mesmo método for aplicado em pessoas diferentes alcançarão os mesmos benefícios.
- As informações contidas nesse site são de caráter meramente informativo e não tem como objetivo substituir consultas médicas, avaliação por profissionais de saúde, nem sugerir diagnósticos ou recomendação para tratamentos específicos.
- Os métodos apresentados possuem referências em artigos publicaods na literatura científica internacional, e  podem corresponder tanto a procedimentos regulamentados quando experimentais, de acordo com a regulamentação dos respectivos Conselhos Federais, à época do acesso, no Brasil.
-  As imagens ilustrativas foram obtidas em estúdio, banco de imagens, fontes da internet, fornecedores, parceiros ou simulações. Conforme a regulamentação vigente não publicamos fotos de pacientes reais. 

Image